10 de nov de 2011

Um lugar chamado Pouso da Cajaiba






Bem pertinho de Paraty, RJ, com acesso via barco ou longa trilha, (duas horas e meia de barco a partir do cais de Paraty ou quarenta minutos de Paraty-Mirim), existe uma península que pertence a Reserva Ecológica da Joatinga, onde vários ecossistemas convivem formando um visual paradisíaco. A Enseada do Pouso, a Praia do Pouso da Cajaíba, muito procurada para quem quer fugir do agito da cidade grande e se deliciar com a vida caiçara. O acesso de Paraty se dá por estrada de terra que inicia no km 593 da rodovia Rio-Santos. Paraty-Mirim está situada a 17 km de Paraty por estrada (9 km de asfalto mais 7 km por terra). Há linhas de ônibus partindo de São Paulo, na Viação Reunidas, e do Rio de Janeiro na Viação Costa Verde. A duração da viagem é de 6 horas e 4 horas respectivamente.Vindo de carro é necessário que o deixe no estacionamento, que fica bem próximo ao cais. O valor varia de R$10 a R$30 a diária, dependendo da época do ano.
Comparado a outros destinos do Rio de Janeiro, Pouso da Cajaiba mesmo em alta temporada não causa danos aos bolsos. É possível pagar campings entre R$10 a 30 e a pousadas Tambaqui (única em Pouso) entre R$40 a 160 a diária individual. Há também outras praias próximas e menos povoadas como Praia Grande de Pouso, Sumaca, Ipanema, Calhaus e Martim de Sá que possuem campings que variam de R$ 10 a R$30 as diárias. Já as casas de nativos saem um pouco mais caras, mas comportam um grupo maior e dispõe de mais conforto. Não há luz elétrica em Pouso e são os geradores responsáveis por fornecer eletricidade para o vilarejo, tornando-o ainda mais especial e uma fuga da loucura do dia-a-dia.
Durante o dia pode-se aventurar-se em umas das diversas trilhas para praias próximas ou alugar barcos para navegar pelas redondezas. Na baía de Pouso existem passeios para a Praia Ipanema, Calhaús, Itaóca, Praia Grande, Deserta, Ibijiquara (onde tem o acesso a trilha para a Sumaca) Juatinga, Farol da Juatinga, Saco da Sardinha, Cairuçu da Pedras e Martim de Sá, já os valores variam de R$10 a 20, por pessoa ida e volta. Pode-se praticar ainda mergulhos livres já que a visibilidade da água é muito boa. De noite na alta temporada ou feriados, os bares enfrente ao mar organizam rodas de samba ou forró que adentram a madrugada e ficam cheios de pessoas dançando na praia. E nada melhor para fechar a noite do que ver o sol nascer na praia com o barulho do vai e vem das ondas.

O nome da praia foi dado pelo Padre José de Anchieta em 1563 após ter dormido nesse local numa viagem com índios da região, por conta de suas águas calmas ser um convite para repousar em Pouso...

http://www.pousodacajaiba.org/
http://www.paraty.tur.br/praias/index.php




É isso aí!

Boas Viagens a todos!

Um comentário:

Aurélia Mattos disse...

Que ótima dica. bjs e boa sexta
www.aureliamattos.com.br